NOVIDADES
Danna Produções comemora sucesso da Feira do Livro de Canoas

A Danna Produções comemora o sucesso dos 15 dias interruptos de encontro com a magia, a cultura e as artes. A 33ª Feira do Livro de Canoas, que ocorreu de 24 de junho a 08 de julho, contou com uma programação intensa. Foram realizados encontros com escritores, teatro, pocket shows, palestras, bate-papos, contação de histórias para as crianças, sessões de teatro e cinema, apresentações musicais, além de oficinas e estandes interativos. Ao todo, 80 mil pessoas visitaram a Praça da Bandeira, em Canoas. Além disso, foram vendidos mais de 10.000 livros, o que representa um aumento de 15% com relação à edição passada.

Este ano, o evento teve como patrono o professor de história, escritor e pesquisador Demétrio Alves Leite e como escritor homenageado, o desenhista, cartunista, caricaturista, chargista, ilustrador, escritor e jornalista Ziraldo, que encantou a criançada no domingo, 2 de julho, com um bate-papo descontraído no auditório que ganhou o seu nome. Na oportunidade, além de falar de seus livros, destacou sua última obra, “Meninas”, dizendo que “são as garotas que mandam no mundo”. Também recebeu a placa de “escritor homenageado” das mãos do prefeito, Luiz Carlos Busato, e do secretário de Cultura, Mauri Grando e autografou, por mais de três horas, diversos dos seus livros.

No mesmo dia, as dores e delícias da maternidade, foram relatadas pela jornalista Ana Cardoso, autora do livro “Mamãe é Rock. Em seu bate-papo, Ana, contou as façanhas das filhas Anita e Aurora, que estavam presentes no evento, assim como seu marido, o comunicador Marcos Piangers, que falou um pouquinho do seu livro  “O Papai é Pop”. 

Um dia depois, na segunda-feira, 3 de julho, foi a vez do autor cubano Carlos Moore contar um pouco da sua trajetória. Na prática, recordações dolorosas; no papel, grandes enredos que costuram capítulos da história negra mundial.

Um dos pontos altos do evento foram os três dias de oficina Cozinhando com Palavras, realizada pelo chef André Boccato, que contou com a participação do médico Alberto Peribanez Gonzalez – autor dos livros “Lugar de Médico é na Cozinha” e “O Cirurgião Verde”. A dupla levou à feira uma combinação de culinária, cultura e literatura.

Já a premiada jornalista Adriana Carranca fez com que o público mergulhasse no universo da paquistanesa “Malala: a menina que queria ir para a escola” – título de um de seus livros e tema do bate-papo que aconteceu no dia 8 de julho.

Além disso, as parcerias com o SESC, SENAI, SENAC e SEBRAE garantiram aos frequentadores, atividades infantis; cortes de cabelo e maquiagem artísticas, baseados em personagens; oficinas de customização e ecobags/camisetas; demonstração de conjuntos educacionais de Robótica; palestras e muito mais.

No último dia do evento teve show de encerramento de Serginho Moah, vocalista da banda Papas da Língua, que lotou o Auditório Ziraldo. O público ficou ainda mais lisonjeado quando Moah mudou parte da letra de uma de suas músicas para agradecer aos canoenses. “Vou viajar, mas levo Canoas comigo”, cantou.

A 33ª Feira do Livro de Canoas contou com patrocínio da Corsan e do Banrisul e realização da Danna Produções, que contou com a participação da sua Diretora Executiva Suzana Schwuchow em todos os dias do evento.

Postado em 17/07/2017